Um guia para procrastinadores (como eu)

Guia para procrastinadores provavelmente é o texto mais honesto que já postei aqui no blog, não que os outros não sejam honestos, mas o texto a seguir foi um insight de final de semana, que com ajuda de alguns autores e blogs prestigiados, garanto que se você é procrastinador (assim como eu) vai se identificar e pode te ajudar.

 

O que é procrastinação?

Segundo a definição do Dicionário Michaelis (um dos mais respeitados dicionários da língua portuguesa), Procrastinar significa “Deixar para outro dia ou para depois; adiar, delongar,  postergar. Segundo o dicionário, a palavra vem do latim “procrastinare”. Portanto procrastinação é a ação de procrastinar, famoso segunda-feira eu começo a dieta.

Falando em dieta na segunda feira, um exemplo prático de procrastinação, mas que diz muito sobre nós mesmos. Começar a dieta na segunda feira é um sinal de que pensamos que as coisas só podem começar na segunda. Eu li um artigo incrível recentemente e quero que você leia e me conte depois o que achou, o artigo é uma crítica a começar as coisas na segunda feira, leia aqui.

Mas os outros exemplos de procrastinação que não necessariamente tem relação coma segunda feira?

Obedecem o mesmo comportamento, tem a mesma deixa, mesma rotina e mesma recompensa. Para ler mais sobre hábitos, eu recomendo ler o livro poder do hábito.

A deixa é você ter alguma tarefa com prazo próximo para entregar ou acúmulo de coisa para fazer ao mesmo tempo, talvez algo que você não goste ou queira fazer, ou simplesmente algo te afeta a ponto de te afastar da entrega da tarefa.

Rotina é você sentir que você não consegue, talvez você queira apenas descansar ou fazer algo com menos importância, que no fundo é o que vai “resolver” o problema que pode estar relacionado a sua organização, outros sentimentos pessoais ou capacidade de entrega (aqui estou falando alguém que como eu abraça muitas tarefas para poder ajudar mais pessoas).

Recompensa é no momento que você está paralisado, ansioso, com o que tem que entregar ou até mesmo se for seu caso, pode ser um alívio momentâneo para você procrastinar.

Depois disso, o ciclo renova quando os prazos vão chegando ou o tempo estourou. E adivinha como faz para mudar isso? Identificando e aceitando/respeitando seu momento, não esperando o momento certo para fazer (pode parecer muito papo de coach de esquina ne? mas é a real, comigo foi/é assim), conte com ajuda e peça ajuda de pessoas importantes, ouça a opinião dessas pessoas mesmo você interpretando negativas. Poderia listar uma infinidade de maneiras e dicas para parar de procrastinar que vi por ai e li ao longo desses 2 anos e estudo sobre o tema, mas para concluir, procure também conciliar com algum método de meditação para parar de procrastinar.

 

Como saber se estou procrastinando?

Como identificar a procrastinação pode parecer fácil para alguns, mas por muito tempo eu não conseguia entender porque eu procrastinava ou apenas sabia quando era tarde demais.

O cérebro, assim como disse Duhigg no livro poder do hábito, não sabe distinguir hábitos bons dos ruins. Nosso cérebro tende a agir no piloto automático, assim algo ruim como adiar algo importante apenas para ficar no sofá maratonando uma série (claro, se o motivo de ficar no sofá não for algo mais profundo como depressão ou ansiedade, ai é com você e a terapia com profissional).

Fique atento aos momentos que causam a sua deixa.

Em primeiro momento, você precisa colocar no papel (pode ser literalmente) o que você está fazendo e o que você precisa fazer.

No segundo momento, aceite ou pelo menos tente absorver, as coisas que você tem atrasado, coisas que você não cumpriu ou não quer fazer. Respeite seu momento para realizar as coisas, diga mais “NÃO” (essa é difícil pra mim, mas estou tentando), seja sincero consigo mesmo e com sua paz de espírito.

No terceiro momento, peça ajuda. Apenas isso, eu sempre tento recorrer a pessoas chave na minha vida (pessoal e profissional) para decisões importantes ou para que realmente me ajudem quando eu não consigo algo.

Talvez depois de todos esses instantes você vai identificar com mais agilidade momentos de procrastinação e causas e causadores de tal ação. Também saberá que procrastinar pode ser bom em determinadas situações (as vezes procrastinar é essencial para saúde mental e criatividade).

Para identificar se algo que você vai priorizar ou vai fazer é bom ou mau para o momento, seguindo uma resposta na linha de pensamento do filósofo Spinoza (se você puder, aqui um vídeo sobre o filósofo)  bom ou mau é relativo.

O bem se relaciona à utilidade, àquilo que não é prejudicial a pessoa.

O mau, é o que vai contra a sua natureza, o que lhe traz prejuízo, e não é útil à sua conservação.

Essa diferença se aplica também aos conceitos de perfeição e imperfeição.

Portanto achar que temos razão tem fundamento do que nos é útil, que aumente nosso poder de ação, aí está a perfeição, em contra partida, a imperfeição é o que diminui esse mesmo poder, tornando a razão movida pelas paixões, e impedindo que as coisas aconteçam. Você só sentira a liberdade, como diz Spinoza quando for uma pessoa conduzida pela razão.

Nessa perspectiva, tanto a perfeição e a imperfeição, quanto o bom e o mau, não indicam eles nada de positivo nas coisas, consideradas em si mesmas, e não são senão modos de pensar ou noções que formamos porque comparamos as coisas entre si (Spinoza, 1965, p.224).

 

12 Tipos de procrastinadores

Existem muitos tipos de procrastinação e procrastinadores por ai. Na verdade, existem diversos momentos e ações que definiriam um tipo de procrastinadores, mas encontrei uma imagem muito legal identificando alguns perfis de procrastinadores, são eles:

12 tipos de procrastinadores

Referência: 20px.com 

Tradução:

O Limpador – Antes de começar, preciso lavar algumas roupas. Tenho que organizar minha gaveta de meia, organizar minhas músicas, e limpar minha mesa para ai eu começar a trabalhar.

O Apavorado – Ai meu Deus, estou ferrado.

O Criador de Listas – Eu devo (preciso) fazer uma lista.

O Dorminhoco zzzz.

O Adiador – Bom, eu preciso trabalhar em algo que é para amanhã, mas eu tenho uma grande ideia para uma tarefa que preciso entregar só no próximo mês. Eu vou trabalhar com essa grande ideia antes.

O Influenciador – Esta é uma foto minha fazendo algo que não é trabalhando.

O Pesquisador – Este vídeo do gato nadando na piscina infantil de espaguete é uma parte crucial do que eu estava procurando.

O Comilão – Apenas preciso de um lanche.

O Jogador – Calma, eu vou ir trabalhar depois que eu cuidar de algumas coisas na minha cidade , eu só preciso terminar de arrumar alguns móveis pegar um inseto, arrancar as ervas daninhas e regar minhas flores.

O Telespectador – Depois desse episódio.

O Delegador – Ok, time! Vamos dividir a tarefa em dois. Um de vocês faz metade e o outro faz a outra metade!

O Perpetuador – Bom, eu ia começar 30 minutos atrás mas agora está ficando um pouco tarde… Então amanhã eu começo.

 

Se identificou com algum? Eu me identifico com vários em determinados momentos, e está tudo bem, não quer dizer que você não precisa procrastinar, pelo contrário, determinados momentos pode ser a melhor saída. O que vale é você se conhecer e buscar melhorar, pensando nisso ai vão algumas dicas.

 

Dicas para procrastinadores

Percebi ao longo dos anos e também consultando referências em sites mundiais e reconhecidos como Forbes, psychollocical science e também artigos e livros de doutores que estudam sobre procrastinação.

Lembre-se que esse artigo trata-se de um guia para procrastinadores mas não deixe ele tomar as decisões na sua vida, muitos relatos envolvem minha própria experiência, tenha a sua experiência. Dados esclarecimentos, vamos algumas dicas para procrastinadores:

 

Aproveitar a procrastinação

Isso mesmo, quando perceber a procrastinação, tente entender o que está sentindo, se isso é uma escolha emocional ou racional, aplique o que falamos anteriormente em como saber se está procrastinando.

 

Ame-se (como você é)

Muitos procrastinadores vivem se punindo e achando que nunca serão bons. Muitas vezes eles acabam ficando mais ansiosos a medida que os prazos vão apertando e não importa o quanto lute, reforce ou castigue a si mesmo, sempre caíra em um ciclo de ansiedade, tristeza, arrependimentos e muitas noites sem sono

 

Não se preocupe com a perfeição

Para quem você está tentando ser uma pessoa perfeita? Ninguém percebe você tanto quanto você se percebe. Não deixe de ser uma pessoa caridosa, praticar mais amor e razão, mas entenda que você precisa tomar escolhas que sejam boas para o momento, necessidade e com o que você pode fazer.

 

Respira e não pira

Simples assim, pratique mais a respiração profunda, existem inúmeras (se não todas) meditações que seus fundamentos estão na respiração. Portanto, comece a prestar atenção em quantos momentos você pratica uma respiração correta, tente praticar mais, se você puder e fizer sentido para você.

 

Tente meditação

Aliado da respiração e de inúmeros outras coisas que faz bem para o corpo e a mente, a meditação é perfeita para aqueles que como eu, se perdem fácil em vários projetos e pensamentos no dia a dia. A meditação me ajudou a combater a procrastinação é um fato, não quero me estender com práticas ou sobre benefícios (que são infinitos) da meditação para procrastinação, mas o que eu diria para você é que comece. Sente-se e respira, vai fazendo meditação guiada ou simplesmente fique em silêncio.

Organize o que puder

Por fim, mas é o fim apenas das dicas que selecionei e que provavelmente revisarei sempre que algo funcionar pra mim ou para pessoas próximas (caso sinta no coração, deixe sua dica também, nos comentários) , organizar é a melhor de você controlar tudo o que você precisa fazer, mas cuidado para não ser apenas um organizador e esquecer de agir. Existem inúmeras formas de manter organização mas minha dica é começar ir anotando o que você precisa fazer para o dia, em outro local anote suas emoções (o que estiver sentindo no momento) e acima de tudo observe como você é, as condições que você tem, para você fazer o melhor que poder.

 

Gostou do texto? Tem alguma contribuição? Deixa seu comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *